oncontextmenu='return false'>expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sábado, 19 de agosto de 2017

Um memorial à José Alencar da Silva, o eterno "Capitão Alencar": Diletantismo genuíno pelo Titanic, liderança, zelo, camaradagem, amizade e generosidade


 
Pela primeira vez em 8 anos à frente deste blog, começo um texto de maneira diferente...
 .
Na última quinta feira, 17 de agosto de 2017, às 17:38 eu Rodrigo, editor deste blog, recebi com choque e lágrimas sentidas, a lamentável notícia de que um grande Titânico brasileiro houvera partido tragicamente naquele dia... um grande amigo que em mais de 10 anos de amizade não tive o prazer de encontrar pessoalmente, mas cuja voz ao telefone com um um inconfundível entusiasmo e sotaque mineiro ao conversar ficarão gravados para sempre na minha memória.

Alencar foi o primeiro colega entusiasta do Titanic, que com muita sorte - e desde sempre muita gratidão - encontrei na Internet através dos meus primeiros contatos com o extinto Orkut. O passar do tempo e o desenvolvimento de nossa amizade possibilitou a troca de itens de coleção, cujos quais permanecem aqui guardados ainda hoje com o mesmo cuidado de sempre... Em contrapartida fico agora sabendo emocionado que aquilo que criei à mão e lhe enviei como resposta à sua generosidade, permaneceu junto dos espólios de sua coleção até o fim. Coleção essa que diminuiu de tamanho devido às pesadas necessidades que o assolaram, mas que agora segue sob os cuidados de um amigo Titânico para quem foi cuidadosamente confiada se tornando então, e de maneira inesperada, o símbolo materializado de tantas memórias importantes: Da preservação da história, da amizade, do zelo, e de o quanto o Titanic representou na vida e no coração deste inesquecível amigo mineiro. Um amigo que eu nunca tive o prazer de lhe apertar a mão, mas cujas inesquecíveis contribuições ultrapassam em muito o valor de um desejado gesto físico presencial de amizade. O Titanic em Foco é, inclusive, "cria" direta inspirada também pelo trabalho do amigo Alencar em seu blog, o "Titanic Momentos", que sempre fiz questão de agradecer nos momentos oportunos.

Pioneirismo, coleguismo, generosidade, compartilhamento, disposição, educação, entusiasmo autêntico, respeito e consideração são apenas algumas das palavras que descrevem com perfeição o sentimento e a memória de todos os amigos admiradores do Titanic que tiveram a sorte de conhecer o Capitão Alencar.

Segue viagem meu amigo... Agora sob um mar tranquilo.  E tal qual o Titanic naufragou em 1912, no que poderia se tornar uma história com um final infeliz apenas... Você parte de uma forma muito sentida por todos os que o conheceram... Mas este não é o fim: Para os que o conheceram este é o triste marco intermediário que remete à um tempo que merece ser lembrado, cujas cortinas não se fecham para a escuridão, mas se abriram para inspiração com origem naquilo que seus gestos e atitudes entusiásticas e generosas inauguraram de maneira única e brilhante em nosso meio de entusiastas e fans brasileiros.

Muito obrigado

Respondeu o Senhor: "Eu mesmo o acompanharei e lhe darei descanso". Êxodo 33:14
kkkk


Homenagem do blog "Titanic Fans" de Portugal AQUI
Homenagem original da "Sociedade Histórica Brasileira do Titanic" AQUI 
Minhas palavras seriam insuficientes para expressar a gratidão e reconhecimento a este grande amigo, segue então uma homenagem habilmente publicada pelos amigos de entusiasmo, que assim como eu tiveram o prazer de compartilhar parte desta viagem sob o companheirismo do inesquecível  Capitão Alencar.
.
NOTA DE PESAR E LUTO

A Sociedade Histórica Brasileira do Titanic expressa grande tristeza pela perda de José Alencar da Silva, notável pioneiro na divulgação e preservação histórica do RMS Titanic no Brasil.

Alencar Silva, também carinhosamente conhecido na internet como “Capitão Alencar”, foi um dos primeiros brasileiros a dedicar-se a historiografia do RMS Titanic. Seu interesse pessoal no navio nasceu no início da década de 1980, muito antes do navio ficar internacionalmente famoso devido ao filme de 1997 e antes mesmo do descobrimento dos destroços, que ocorreria apenas em 1985.

Desde então, começou a pesquisar sobre a tragédia do Titanic, bem como sobre as pessoas envolvidas, o navio e as circunstâncias humanas e históricas que envolvem esse episódio marcante. Com a popularização da internet, fundou, em 2005, há quase 12 anos, o blog “Titanic Momentos”. Lá, Alencar produziu inúmeros artigos sobre o navio e compartilhou informações que estavam até então restritas a materiais não muito acessíveis ao público em geral, popularizando a temática em língua portuguesa e contribuindo para que o navio fosse conhecido no Brasil.

Em pouco tempo, o blog Titanic Momentos tornou-se uma referência primária para todos os que pesquisavam sobre o Titanic. Também fundou algumas comunidades na extinta rede social Orkut, atuando como administrador de tópicos de debate histórico sobre o RMS Titanic e História naval. Construiu um espaço virtual aconchegante para os entusiastas e admiradores da História do Titanic, respondendo perguntas e sempre auxiliando os demais com materiais escritos e audiovisuais de pesquisa. Ao longo de sua vida, começou e fez crescer uma valiosíssima coleção que contava com muitos livros, filmes, CDs, artefatos, obras de arte e artigos em geral sobre o Titanic, que sempre fazia questão de compartilhar com os demais não para exibir, mas para inspirar outros curiosos no assunto a absorverem e compartilharem conhecimento sobre. Por sua personalidade caridosa, atenciosa e de liderança natural, começou a ser conhecido entre os amigos e pessoas próximas na comunidade “titânica” da internet pelo apelido de “Capitão Alencar”.

Há alguns anos, sofreu muito com a perda sucessiva do pai e da mãe, perda essa que foi seguida por grandes dificuldades financeiras e de saúde. Ausentou-se das redes sociais, quase que ao mesmo tempo de declínio do Orkut, reaparecendo apenas algumas vezes, esporadicamente, quando postava também em seu blog ou interagia nas comunidades. Depois, desapareceu completamente, mantendo contato não muito forte com alguns amigos mais próximos e sempre relatando grandes necessidades, devido ao desemprego e a saúde. Para conseguir alguma renda, teve que se desfazer de sua grande coleção, vendendo os itens, que foram comprados por pessoas próximas que compraram não apenas para ajudar financeiramente o Capitão, mas também para manter preservados os raros artefatos reunidos com tanto tempo e esmero. Há pouco tempo, amigos resolveram iniciar uma campanha na internet para arrecadar doações para aliviar sua aguda situação e ajudar quem tanto contribuiu para os tantas pessoas.

Infelizmente, há dois dias, chegou a triste notícia de que o Capitão Alencar havia partido aos 46 anos de idade.

A vida se vai, mas ficam a memória e o legado que, no caso de Alencar, são imortais. Foram mais de 1.000 artigos publicados no “Titanic Momentos” (http://titanicmomentos.blogspot.com.br/), centenas de perguntas respondidas diretamente em um tópico de comunidade do Orkut, além das inúmeras conversas com entusiastas “titânicos” e contribuições diversas. Além disso, Alencar sempre foi uma grande fonte de inspiração e sempre foi um forte incentivador de trabalhos semelhantes, ajudando com boas palavras todos aqueles que se dispunham a escrever sites, blogs ou qualquer tipo de coisa que visasse preservar a História do Titanic viva.

Alencar foi uma pessoa ímpar, um grande Mestre, com M maiúsculo, com grande produção intelectual e notáveis serviços prestados ao estudo sério sobre o RMS Titanic. Prestativo, solícito, generoso, atencioso, humilde. São algumas das qualidades marcantes do Capitão Alencar que ficam nas memórias dos que tiveram a honra de conviver com ele num espaço virtual que foi construído não somente por ele, mas com primordial participação dele. Embora não possuísse título acadêmico e graduação em algum curso específico para a área, Alencar Silva certamente superava muitos acadêmicos de carreira com seu brilhantismo ao escrever e tratar sobre o tema RMS Titanic, sempre com grande respeito aos milhares de seres humanos perdidos naquela tragédia. O resultado de seu trabalho, que hoje é admirado como memória também, é fruto de grande determinação de uma grande pessoa que infelizmente nos deixou em circunstâncias lastimáveis.

Estamos todos aqui muito tristes com sua partida, mas com a certeza de que você está agora em um lugar muito melhor, ao lado de seus pais, que você tanto amou, e à bordo do Navio dos Sonhos, na morada do Divino.
Fica aqui a homenagem dos fundadores e colaboradores da SHBT, uma semente que é plantada com inspiração no seu trabalho e que já dá seus frutos, além de uma lembrança de todos que o conheceram tanto de maneira mais próxima como por meio de seu trabalho. Muitos ainda o conhecerão porque para sempre estarão guardados e documentados seus esforços e trabalhos, e isso que conforta nossos corações nesse momento tão triste.

Memória eterna, Capitão Alencar. Descanse em paz… Sociedade Histórica Brasileira do Titanic.

Texto
Lucas Rubio, Sociedade Histórica Brasileira do Titanic / Rodrigo Piller, Titanic em Foco